Terapia de amiga: Como se impor.

image

Não ia ter hora mais perfeita pra tratar deste assunto. Acabei de ver uma cena que logo me remeteu ao passado, ao quanto eu já sofri por não saber me impor, mesmo quando se tratava de uma pessoa a qual devia respeito. E esse é o ponto de início…

Durante anos, eu achei que era certo ser tratada como um nada, estar sempre errada, ser menosprezada na minha própria casa. E achava isso normal. Achava normal meu pai falar coisas absurdas para todo mundo. Sei que esse é um assunto delicado, mas resolvi compartilhar com vocês, pois acredito que exista alguém que está passando por isso e precise de ajuda ou apoio.

O fato é que eu vivia numa casa, com minha irmã mais nova e minha mãe. Tenho duas irmãs e apenas um irmão. E ele nunca chegou a morar de fato conosco, então a casa sempre foi de mulheres e apenas um homem. O meu pai. Que se achava o rei da floresta, o presidente, o soberano e o que mais ligado ao poder existe por aí…Desde pequena, aprendi que devia respeitar muito os meus pais, e nunca os contrariar. E esse foi o que me deixou, anos, sem me impor diante de determinadas situações. E até hoje tenho um pouco disso, mas quando vejo que tô sendo menosprezada de alguma forma, já trato de me impor.

A primeira coisa que te digo, respeito é bom e eu gosto. Se eu te devo respeito, você também me deve. É simples. Para existir respeito, tem que ser de ambas as partes. Não adianta eu abaixar a cabeça para tudo que o outro tá falando, concordar e fazer tudo do jeito que a pessoa quer. Como eu fico nisso tudo? Meus desejos, minhas vontades…Elas não importam? Nem pra mim? Tem algo errado nisso aí…

Você não está faltando com o respeito quando diz que merece ser tratada melhor, ou que o tom de voz do outro está agressivo. Você está se dando ao respeito! E isso é a melhor coisa que você faz a si mesmo.

Lembre-se das outras terapias, de todas as vezes que falei sobre se aceitar, se amar, se respeitar. Isso é tão importante, e muda sua vida de todas as formas. Não ter medo de se impor, de se dar ao respeito. Não aceitem quando falem mal de você, na sua frente, com palavreados de baixo nível. Não aceitem menosprezo, seja de pai ou namorado, mãe ou avó. Não aceite menos do que você merece e entenda que você merece o melhor, sempre.

As vezes, você vai tentar se impor e vai fraquejar. Você vai achar que não consegue, que é fraca. As palavras simplesmente não vão sair. Como se você tivesse congelado ou algo do tipo. Mas calma, respira. Tenta de novo, e novamente…Uma hora vai. Um hora você consegue! Espero que tenha ajudado um pouco, dado um pouco de coragem. E que você consiga se impor sempre! Conta comigo, porque aqui você vai ter sempre uma amiga.

Terapia de amiga: Consegui, e agora?

image

Olá pessoal, tudo bem por aí? Espero que sim. Nossa terapia de hoje é um tema bem comum, mas um tanto quanto estranho na maioria das vezes.

Não tá entendendo nada? Calma que eu te explico…

Sabe aquele seu sonho, que você planejou durante tanto tempo, e finalmente realizou? Você conseguiu o que queria, mas simplesmente não sabe o que fazer em diante. E você se faz essa pergunta: Consegui, e agora?

É muito comum esse tipo de situação, onde você lutou tanto por algo, e quando finalmente conseguiu não sabe o que irá fazer. Mas calma colega, vou te ajudar com isso. Basta ter um pouco de paciência e bastante calma. Você precisa voltar la atrás e lembrar o que lhe fez ter essa ideia. O que te motivou a conseguir aquilo e o motivo disso se tornar seu sonho e plano durante tanto tempo. Você precisa sentir isso tudo novamente. Pois as vezes, a gente se cansa tanto pra conseguir algo, que quando chega a hora parece que não tá acontecendo de fato. E é exatamente por isso, que ficamos presos, sem ideia alguma do que deve ser feito a seguir.

Então se concentra, resgata esse sentimento do passado e traz ele pro agora. Sinta aquela mesma sensação e pronto! Tudo resolvido. Você precisa sentir o gosto da vitória, pra conseguir seguir em frente. Como que podemos alcançar algo sem a sensação de vitória? Não existe! Então se permita ter uma vitória decente, comemorar e brindar a sua conquista. É disso que você precisa no momento, vai fundo.

Eu disse que ia te ajudar, e a ajuda foi bem rápida mesmo, pois é algo tão simples né? A gente que gosta de complicar tanto as coisas. Não fica preso em nada não, siga sempre em frente! Um beijo e até a próxima.

Terapia de amiga: Tomando decisões.

image

Oi gente, tudo bem com vocês? Espero que sim. Por aqui tá tudo fluindo muito bem, amém! Bom, fazia um certo tempo que eu não fazia uma terapia por aqui, então logo tive a ideia de entrar com esse tema. Pois passei por isso recentemente, e me dei conta do absurdo que fazemos, sem ter a mínima noção.

O fato é que pra entrar nesse assunto, terei que falar da força do nosso pensamento e de sonhos. O que me faz lembrar de O segredo, que eu prometi trazer aqui e não trouxe ainda! Me desculpem, mas quem poder, dê uma olhada que vai clarear muita coisa. Mas vamos lá, vou tentar explicar tudo da melhor forma possível… Todos nós temos sonhos, fazemos planos mentais e tudo mais. Mas colocar em prática, de fato, é algo difícil de acontecer. E a pergunta que veio na minha cabeça a um mês atrás “Por qual motivo eu não estou fazendo o que eu quero?” e deixo aqui essa questão com vocês. Você ta fazendo o que quer? Ta correndo atrás de realizar seus sonhos? Aposto que tem algo, por mais bobo que seja, que você não faz e nem sabe o motivo. Exemplo, eu fazia o mesmo caminho todos os dias, durante um ano, para ir até a escola. Sempre passava de ônibus numa rua cheia de árvores, com um clima super agradável e via restaurantes e lojas. Criei um desejo enorme de saborear aquelas comidas, e de entrar naquelas lojas pra saber se ainda tinham o vestido, ou a calça que estava na vitrine. Mas nunca fiz. Nenhuma vez sequer, desci do ônibus e me dei o prazer de andar naquela rua. E até hoje, quando pego esse mesmo ônibus, passo por essa rua e fico pensando “será que eu desço?”

Quando foi a última vez, que você fez algo pela primeira vez?

Penso. Nenhuma resposta pra essa pergunta. Posso me esforçar o quanto for, mas não vem nenhuma lembrança. Quando me dei conta desse absurdo que acontece na minha vida, entrei em choque. Sério. Eu pirei. Como assim? Que tipo de vida eu tava levando, sabe? Sem fazer nada por impulso, sem ter histórias. Percebi que sou do pior nível, pois até quando vou comprar um sorvete, sempre pego o mesmo sabor. Mesmo quando tem um sabor novo na sorveteria e todo mundo tá lá, louco pra experimentar, mas eu sigo com a mesma escolha de sempre.

Um outro exemplo, que me deu um tapinha de leve na face. Aqui na minha rua, tinha uma loja onde vendiam tortas deliciosas. Eu sou muito indecisa, então já tratei de pedir a torta de brigadeiro, clássico…Passei meses indo lá e pegando sempre a torta de brigadeiro. Até que um dia, não tinha. A moça me olhou enquanto eu fazia a cara de “ah que merda, queria essa” e disse “tu sempre pega dessa, tenta essa de morango com chocolate, é ótima”. Era ótima, melhor que a de brigadeiro inclusive.

Isso tudo, é pra te mostrar que tomar decisão nem sempre é uma coisa fácil, mas necessária. Não fica só na ideia sabe, evolua a ideia. Torne seu sonho um projeto, e uma realidade. Quando notar que ta indo sempre na coisa fácil, tenta a difícil. Se der errado? Deu. Simples assim. O mundo ta aí pra isso, pra você se jogar em tentativas. Pra quebrar a cara de vez em quando mesmo, tentar de novo. Não é porque deu errado uma, ou até duas, vezes que não vai dar certo nunca. Tenta!

Isso vale pra tudo. Apenas tome a decisão baseada em você. É claro que saber a opinião de pessoas que fazem parte da sua vida é legal…Mas a vida é sua, quem vai viver é você e não eles. Por exemplo, quando você for escolher uma profissão, não pode se basear no sonho do seu pai em te ver cursando medicina. Ou da sua avó, tia, prima, irmãs e vizinhas. Deu pra entender né? Sua vida, suas escolhas e suas decisões. Sempre!

Por hoje é só, espero que tenha ajudado. Vou tentar postar sobre os livros que to devendo, vou tentar mesmo haha. Um super beijo e até a próxima terapia!

Terapia de amiga: Eu não nasci pra isso!

image

Hoje o terapia de amiga vai ser diferente, geralmente pego temas aleatórios, que alguma amiga já pediu ajuda ou coisas do tipo. Mas hoje não, hoje o terapia vai ser baseado num problema meu, que vou expor aqui. Vai que você que tá lendo ta passando por isso, ou conhece alguém que vive isso né? Nunca se sabe.

O fato é que eu só tive dois relacionamentos “duradouros” na vida. Os que a gente pode dizer “namorei com fulano” porque os outros foram uns rolos bem loucos. E só amei uma única pessoa, que não ia dar certo acho que nunca por motivos óbvios desde o início, mas a gente tenta né… Mas isso é assunto pra uma outra terapia, vamos focar nessa aqui mesmo. Várias vezes achei que tinha algo de errado comigo, e muita gente acha que tem. Porque ta sempre todo mundo se envolvendo, se amando, se querendo e eu tô aqui. De boaça só olhando os amores de camarote mesmo. E aí que entra o problema, a gente que passa por isso começa uma série de questionamentos sem fim. Começa a procurar o problema disso, porque não é possível ficar sozinha tanto tempo, não é possível não achar graça nos caras e bleh. Cansei. Cansei de procurar problema em mim e enxerguei onde mora de fato o danado do problema. Deixa eu te contar…

Nós estamos vivendo num mundo muito tecnológico. E você vai se perguntar o que diacho isso ter haver com o tema…E eu te digo, no meu caso, bastante coisa. Hoje em dia, um cara dá uns likes aqui e ali e já ganha a menina num papo. Daí existem todos aquelas aplicativos onde se tem muita gente desesperada por alguém, por um sexo e tchau. E o pior de tudo, tem aquele outro problema… Ta sempre todo mundo conectado e ninguém presta atenção ao redor, só na tela do seu celular mesmo. Ninguém se importa de fato, com o que ta acontecendo a sua volta, e isso é um saco.

Eu tenho um problema grave de: Se a pessoa não for boa de papo, ficar enrolando muito na conversa ou for chatinha sempre…Eu simplesmente pego bode de conversar. Daí fico ignorando as pessoas em todas as redes sociais. E outra coisa bem pior que acabei de lembrar (vocês prometem que não vou rir ne?), eu não consigo dar o número errado pro carinha da balada, sou muito certinha, daí ele sempre fala no dia seguinte e eu vou enrolando até ele perder a paciência. Espero que nenhum deles curta ler blogs, senão eu to ferrada.

Agora eu vou te contar um detalhe bem importante. Não é porque você ta sempre solteira, e todo mundo namorando, que você é anormal. Você só não ta pronta pra entrar numa relação, isso prova que você é uma pessoa decente e não ta com ninguém a troco de nada como muita gente por aí. Tem tanta gente namorando pra não ficar só, e aí vive traindo e fazendo besteira. Do que adianta você entrar numa relação, se não for pra entrar com tudo? Não vale a pena! Garota, tu me promete que vai aceitar essa tua decência de ficar solteira, e vai curtir a tua vida, sem dar ouvidos pra esse povo chato que fica falando asneiras.

Nós não precisamos de ninguém pra ser alguém, muito menos pra ter felicidade. Então para com essa loucura, e vai se amar, viver a vida do jeito que te der na telha. Um super beijo e até a próxima terapia. E ahhhh, quando chegar sua hora, você vai saber de cara, não precisa sair testando o mundo inteiro não. 😘

Terapia de amiga: Padrões de beleza.

image

Olá terráqueos, tudo certo por aí? Espero que sim! O assunto de hoje é um tanto quanto polêmico, mas graças a Deus já tem um bom tempo que vem sendo abordado. E com isso, muita gente já aceitou seu corpo e até se sentiu a vontade pra usar roupas que lhe agradam. Se a gente parar, e der um Google, iremos achar várias reportagens e textos incríveis a respeito dos padrões de beleza. Inclusive muita coisa que poderia chocar pessoas do nosso século. Vamos deixar claro, desde já, que estarei abordando os padrões de beleza atual, para as mulheres!

image

Queria poder acordar um belo dia, andar pelas ruas e não ver ninguém se chocando com a forma que estou vestida, ou com os quilos a mais que ganhei no inverno. Queria entrar numa loja, e achar o vestido incrível da vitrine, no meu tamanho. Queria não ter que passar horas ouvindo a minha melhor amiga lamentar sobre como está gorda e que não vai encontrar ninguém que a queira desse jeito. Ou melhor, queria que ninguém sofresse com quilos a mais, a menos. Queria, gostaria, queria…Tanta coisa queremos e todas elas podemos. Podemos. Podemos usar aquela saia mostrando nossas pernas cheias de gordurinhas. Podemos usar aquele biquíni lindo que ganhando de presente, mas que mostra nossas estrias. Podemos usar vestido decotado sem ter peito o suficiente pra isso. Podemos usar vestido colocado sem ter muita bunda. Podemos sim! É que tem uma coisa que só as mulheres têm de mais: Poder. Somos todas poderosas, maravilhosas e quem é que devia ligar pra gorduras, celulites e estrias? Ninguém!

Fácil falar, difícil fazer…

É, bater no peito e se aceitar ainda é uma coisa difícil. Porque nós mesmas temos o defeito de olhar pra outra e apontar o “defeito”. Como eu vou me aceitar desse jeito? Se minha irmã me vê passando pela sala e diz “ta meio gordinha ne?”. Se escuto os homens falando do corpo da atriz da novela e eu vejo que o meu não é nada disso. Se a revista diz que o corpo perfeito é aquele todo sarado, que eu não tenho e talvez nunca tenha.

O fato é que se você deixar pra lá, chutar o balde, se amar…O resto não será nada. Você precisa fazer um exercício diário de se olhar no espelho e repetir “Sou linda, incrível e não existe ninguém igual a mim!”

Você só precisa se amar.

Se ame, não precise de ninguém ao seu lado pra fazer isso por você. Aceite os seus elogios com todo coração e se ache a pessoa mais incrível do mundo. E não, você não vai estar alimentando uma mentira, isso é verdade. Não existe ninguém como você no mundo. Não existe ninguém que tenha sua personalidade, com seu corpo e se jeito de sorrir. Não se preocupe com o que os outros pensam sabe? Quando a gente começa a se amar, a gente não deixa espaço pra nada além disso. Quem precisa de outra coisa quando se tem amor? E quando existe amor próprio, existe tudo. Fica aqui a minha dica eterna: Se ame! Nunca vou cansar de repetir isso, você precisa se amar em primeiro lugar. Não deixa ninguém pisar em você, ou te deixar pra baixo e te menosprezar. Quando a gente se ama, a gente abre espaço pra todo mundo nos amar também. Nada melhor do que conhecer alguém que se ache incrível e interessante. Não daquela forma exagerada, mas sim daquele jeito que a gente percebe sabe? Ela ama vestir essa roupa e dançar como se não houvesse  amanhã. Ou, ela ama rir atoa e não ta nem aí pro barulho da sua risada. Ela ama, pois ela se ama…

Espero que tenha dado bons conselhos, e que entre de alguma forma no coração de alguém. Se eu conseguir fazer uma única pessoa se aceitar com seu “defeito”, já fico mais que feliz. Até a próxima 💕

Terapia de amiga: metas pra 2016.

image

Olá meus amores, sentiram falta da nossa terapia? Eu espero que sim, porque estava morrendo de saudade de sentar um pouquinho e escrever pra vocês.

E quando rompe o ano, começa todo aquele papo de “esse ano eu vou frequentar a academia” “esse ano vou tentar passar mais tempo com a família” e assim vai…As metas entram com tudo, as vezes nem tanto haha. Mas o que faz com que a gente crie tanta força? A virada de ano significa tanto assim? Ou é a força coletiva mesmo? Vamos pesquisar, mandar os cientistas estudarem isso aí, que ta puxado.

E qual vai ser a dica pra gente ficar firme e forte com as metas?

Ahhhhhhh, agora sim a gente começa o assunto. Determinação é algo que cresce muito no início do ano, o problema todo é continuar assim durante os próximos meses. Principalmente você, minha amiga que prometeu frequentar a academia e viu que era mais complicado do que imaginava. Lembrando que já dei umas dicas aqui pra ficar em forma (vamos vender o peixe ne non?). Mas pra continuar firme e forte, depende só de você, e as vezes da ajuda dos amigos. Ou do namorado, namorada, mãe, avó, cachorro, papagaio…E assim vai, firme e forte, no empurra empurra a gente chega lá.

O mais importante de tudo, é começar o ano confiante e acima de tudo determinado a fazer desse ano novo, um ano de mudanças positivas. É o que todo mundo quer e com um pouco de determinação a gente consegue!

Vou dar uma compartilhada com vocês sobre as minhas metas e algo que me ajuda muito. Faço uma lista com tudo e coloco num lugar que vejo sempre, pra dar aquela lembrada durante as semanas sabe? As vezes a gente ta sem fazer nada e quando menos espera, tem uma lista enorme de coisas pra serem realizadas.

Aqui segue a minha pequena lista, com as principais metas para 2016:

• Ter uma vida mais saudável.
• Estudar bastante (e põe bastante nisso)
• Ter mais ideais pros negócios.
• Alcançar um número maior de clientes fiéis.
• Ajudar mais as pessoas.
• Aproveitar mais tempo a família e os amigos.
• Viajar mais.
• Não perder tanto tempo com o celular (fica a dica pra listinha de vocês haha)

Vale colocar de tudo na lista, a melhor sensação é de riscar cada linha dessa. Segue essa dica, que vale a pena! Outra coisa legal é ter metas em comum com alguma amiga ou alguém da família. Que aí vocês podem ajudar uma a outra sabe? Quando alguém fica desanimado ou cansado de tudo…Vai ter sempre alguém lá pra ajudar.

Pra algumas pessoas meta é bobagem, eu não quero dizer que estão erradas, mas ter metas ajuda bastante a realizar aquilo que você sempre quis mas vai empurrando com a barriga o quanto pode. Fica aqui as minha dicas, espero que tenham gostado. E mais, espero do fundo do meu coração, que vocês alcancem todas as metas de 2016 e que lhe tragam toda felicidade do mundo. Um super beijo e até a próxima 💕

Terapia de amiga: Ano novo.

image

Como assim o tema da nossa terapia é a virada do ano? É isso mesmo! E vou te explicar direitinho, senta aí pro nosso papo.

Primeiramente eu gostaria de pedir mil desculpas pelo sumiço, espero que vocês tenham aproveitado muito o natal, celebrando com a família e os amigos. E agora vamos já começar a nossa terapia, sem enrolação.

O motivo principal do nosso tema, é basicamente a mudança que cada ano nos traz. Você sempre fica na melancolia, com vários flashbacks do que aconteceu durante o ano que esta acabando. E aí pode ser o momento crucial para que o próximo ano traga grandes mudanças.

Miga sua louca, do que você ta falando?

Basicamente de reconhecer seus erros e acertos. Não entendeu? Te explico melhor! Geralmente, não aprendemos tanto quanto deveríamos disso tudo. As vezes erramos e fica por isso mesmo, ou não damos tanto valor pro acerto. E deveríamos, e muito.

A dica é, parar pra pensar em tudo que aconteceu, nos erros e acertos. E no que você pode levar disso tudo. Ter a bagagem feita pro próximo ano vir com tudo.

Virada de ano é sempre importante, é mais um ciclo, nova fase. Então se concentre nisso, foque nisso e se dê a oportunidade de viver um próximo ano com muita sabedoria.

Nossa terapia é bem curtinha, mas sempre importante. Esse pode ser meu último post do ano (espero que não haha) e eu gostaria muito a agradecer a cada um que entra aqui, lê cada post e curte. A você que se envolve com alguma coisa, que entende. Que comenta sua opinião e me deixa mega feliz. Obrigada, por tudo. Que 2016 venha com tudo e traga muita felicidade pra cada um de vocês. Muita paz, saúde e amor 😘