Papo nossa de cada dia

E a saudade que eu tava de papear com vocês? É tanta coisa pra fazer, que eu fico louca e esqueço de entrar aqui e atualizar o blog. Eu sei que já prometi mil vezes, mas não tá sendo fácil, na não mesmo.

Os últimos acontecimentos foram tão difíceis ne gente? Inclusive tenho que fazer um post do livro Vamos juntas? que vai cair perfeitamente bem. Mas isso pode demorar um pouco (pouco mesmo) pois ainda tenho que tirar umas fotos, pra deixar o post bem legal.

Agora vem cá, vamos falar de coisa boa. Eu acho que não cheguei a falar, de quando assisti o documentário The secret, mas aquilo mudou toda minha forma de pensar nas coisas…E comecei a ler o livro recentemente, confesso que to lendo aos poucos pois o tempo tá bem curto, e é claro que vou fazer um post especial sobre ele. Talvez, eu possa até fazer umas sessões especiais aqui no blog, porque ele merece muito esse espaço na vida de todos.

E é única, e exclusivamente por causa dele, que eu to assim, mais leve e de bem com a vida. Mesmo quando tudo ta dando errado, ou o dia não foi dos melhores, já trato logo de abrir um sorriso e agradecer as coisas boas que aconteceram. Ahhhh, e quer saber um segredo? Música. Música muda tudo, nada é tão poderoso quanto a sua música preferida tocando, muda seu dia na mesma hora. Então anota aí, assim que acordar, já põe a música pra tocar bem alto e pronto…O dia já começa bem!

image

Agora eu tenho que ir, mas eu volto ein! Me aguardem que eu vou aprontar, vai ter post bem legal em breve, um super beijo e até mais 😘

Anúncios

Não á cultura do estupro!

image

“Que história é essa de estupro que ta todo mundo falando?” perguntou minha irmã caçula enquanto eu passava pela sala. Não sabia do que ela estava falando, e já tive um aperto no coração só de ouvir essa palavra. Se tem uma palavra que me causa arrepios, é essa. Não existe nada mais sujo que um homem possa fazer, na minha opinião,  é a mais baixa.

image

Uma menor de idade, foi estuprada, não por um homem, mas sim trinta. Foram trinta. Foram trinta homens, que sabiam exatamente o que estavam fazendo. Era tudo um plano, que foi muito bem sucedido. Ela foi dopada. Ela foi estuprada. Por trinta homens.

“Se estivesse em casa lavando os pratos nada disso ia acontecer”

“Com uma roupa dessas, é claro que ia ser estuprada”

“Ela pediu por isso se vestindo com roupas curtas”

“Se tivesse numa igreja…”

Esses foram alguns dos comentários nas redes sociais. Efeito da cultura do estupro. Onde a vítima, é sempre a culpada. Onde quem está errado, na verdade está certo. Porque você cresceu ouvindo o seu pai falar “é tudo puta” quando viam uma mulher de saia curta na rua. Seu colega da escola te disse que aquela garota era fácil, qualquer um “comia” ela. Suas tias falavam “não se dá ao valor, não merece respeito” e você? Você aceitou tudo aquilo, e virou verdade absoluta. Você se tornou o tipo de pessoa que dá nojo em qualquer um que saiba onde está o errado da história.

image

A culpa não é da minha roupa curta. Do meu batom vermelho. Das minhas unhas grandes. A culpa não é do meu olhar sexy, eu nasci com ele. Do meu jeito de dançar na pista, como se não houvesse amanhã. Estou bêbada? Mas não sou sua, e nem quero ser. A culpa não é da minha falta de modos. Ou daquela rua deserta por onde eu passo pra chegar em casa. Nem do ônibus lotado, não, não é culpa do ônibus lotado. A culpa… A culpa é toda sua.

A culpa é sua que não consegue olhar pra uma garota sem querer arrancar pedaços. A culpa é sua que deseja, e não pode ter, mas mesmo assim quer! A culpa é sua que não consegue ouvir um “não” na balada e parte pra agressão. É sua, que se aproveita da quantidade de gente no ônibus, pra se esfregar nas garotinhas. É sua, é toda sua.

image

image

Podia ser a minha irmã, minha prima. Minha filha pode passar por isso no futuro, e eu também agora. Lute, por você, sua família, e por todas as mulheres. Eduque, seus filhos, seus irmãos. Eles precisam aprender, que isso é errado, e que a culpa não é da vítima! Só precisamos de união, união entre as mulheres, para fazer desse mundo um lugar melhor. Onde nenhuma mulher tenha medo de sair de casa sozinha, ou de usar seu batom vermelho e sua saia curta. Sem ter medo de mostrar seu corpo, seja por calor ou por querer. Por um mundo onde as mulheres não tenham medo de serem mulheres. Onde as mulheres não precisem da companhia de um homem pra se sentir segura nas ruas.

image

Vamos lutar!

50 fatos sobre mim, ou não.

image

Já cheguei estragando a tag, porque sou dessas mesmo. Não sei se vou conseguir fazer tudo certinho e ter 50 fatos, mas vamos tentar e seja o que Deus quiser. Amém!

1. Sou pernambucana, acho que nunca falei sobre isso aqui, mas enfim.

2. Não lembro de um passo de frevo, me perdoa galera.

3. Vale lembrar que sou uma brasileira sem samba no pé, pode isso Arnaldo?

4. Quando eu era pequena, chorei horrores pra não ser abandonada no primeiro dia de aula. Quando a minha mãe foi me pegar, não queria mais ir pra casa. Resumindo, fiz da vida dela um inferno todos os dias, com direito a escândalo no ônibus e frases como “motorista, pare o ônibus essa mulher me sequestrou”.

5. Eu odeio fígado e beterraba, como forçada, sempre.

6. Sou viciada em balinhas fini.

7. Desde pequena sou um palito, e to sempre comendo como se não houvesse amanhã. Coisas da vida.

8. Tenho sete irmãos, e mais uma agora que tá na barriga. Sim, meus pais adoram fazer filhos. Minha mãe parou no quarto filho, meu pai ta continuando por aí né haha.

9. Tento parar de tomar refrigerante, mas o pessoal da minha casa não colabora.

10. Tento fazer exercícios, mas quem não colabora sou eu mesma haha.

11. Sempre que vou digitar um trecho de uma música, pra fazer graça pra alguém, esqueço.

12. Odeio meus pés e minhas mãos.

13. Tive vários animais de estimação.

14. Inclusive um casal de pintos que eram Sandy e Junior.

15. Já deu pra imaginar que eu era APAIXONADA por Sandy e Junior ne? Até hoje 😻

16. Falando em paixão, não vamos esquecer de Rebelde (Mexicano ta? Só pra deixar claro).

17. Amo comida chinesa e japonesa, amo.

18. Não vou em rodízios porque como muito pouco, sou mais de comer de hora em hora e não em grandes quantidades sabe?

19. Sempre que minha mãe demora pra voltar pra casa, eu acho que aconteceu alguma coisa e já começo a chorar, só de pensar no que pode ter acontecido. Eita que to me entregando toda.

20. Quando estou com fome, viro bicho.

21. Sempre fico bêbada de sono, e se juntar fome e sono…Parece que estou drogada.

22. Adorava quando tinha minhas duas irmãs morando comigo, agora só tem a caçula, mas a mais velha mora aqui pertinho 💕

23. Sou apaixonada por música, não fico um dia sequer sem ouvir alguma música preferida, que são várias.

24. Meu melhor amigo foi a única pessoa que eu amei na vida.

25. Alguns anos atrás era sagrado assistir malhação com uma panela de brigadeiro no colo, cheia de granulado por cima. Na falta do brigadeiro, sempre tinha pipoca.

26. Com 4/5 anos, vi um comercial falando mal de fumantes e dos riscos…Fui até o meu pai, que estava fumando e bebendo com os amigos e dei a maior lição da vida dele. Até hoje ele não fuma e sempre fala disso.

27. O primeiro filme de terror que eu vi, foi o exorcismo de Emily Rose, passei a noite inteira morrendo de medo e agarrada com a minha irmã.

28. Depois desse filme, virei fã de filme de terror e até hoje assisto alucinada. Sempre acho graça quando as pessoas sentem medo, já to expert.

29. Sou viciada em Snapchat, se deixar eu passo o dia todo vendo. Sigo tanta gente que daria mesmo pra passar o dia todo lá.

30. Meus pais são separados e a separação deles foi a coisa mais difícil que já passei na vida.

31. Ignoro aquele início de xaveco nas redes sociais.

32. Sou muito fechada pra relacionamento.

33. Só tive dois relacionamentos na vida haha.

34. Não consigo assistir jogo de futebol, fico agoniada real.

35. AMO, UFC.

36. Poderia passar o resto da minha vida assistindo séries.

37. Meu amor por séries começou por oth e depois gg.

38. Tenho muitas séries que deixo de acompanhar, mesmo gostando, eita menina doida.

39. Não sei assobiar.

40. Aprendi a dar estrelinha e abrir escala, mas não lembro haha.

41. Minha irmã mais nova adorava brigar comigo, brigar real.

42. Ela já quebrou uma cadeira plástica nas minhas costas.

43. Eu já passei um mês internada por algo que eu comi no ano novo.

44. A porta do armário caiu no meu pé e esmagou dois dedos, advinha quando? No ano novo! Mais um mês de molho hehe.

45. Minha melhor amiga, é mais conhecida como a minha marida, e eu não chamo ela pelo nome. O que faz as pessoas me olharem estranho, principalmente familiares 😹

46. Eu me achava horrível dançando, e descobri que na verdade danço bem demais.

47. Não consigo ter comida ou música favorita, não mesmo!

48. Se percebo que alguém ta diferente comigo, ou se fiz algo “errado”, passo a noite toda sem conseguir dormir pensando nisso. E num jeito de arrumar tudo.

49. Não consigo mostrar meu verdadeiro eu, nem pros mais próximos. Sei lá, medo besta sabe?

50. Cansei bastante de falar sobre mim, porque eu sou bem chata.

Ufa, acabei, consegui!!! Vamos soltar os fogos e celebrar, porque não foi fácil. Na primeira, eu já tava sem saber o que dizer, acredita? Já ia até desistir do post de tanto que fiquei pensando. Mas deu tudo certo e por hoje é só.

image

Acessórios divertidos são a nova moda

image

A nova onda do momento são os acessórios beem diferentes. Confesso que eu adorei a ideia, principalmente a do brinco de pompom, que logo me remeteu a infância . Vou deixar aqui algumas fotos que achei no instagram e espero que vocês gostem.

image

image

image

Depois do brinco de pompom, esse é com certeza o que eu mais amei haha.

image

E não fica só nos brincos e colares não, até os bonés ganham esses adereços.

image

Tem algum nerd aí?

image

image

Na hora da fome, não use esse brinco D:

image

Até a vovó entrou na moda, olha que gracinha. Bom, por hoje é só, ainda vou voltar a falar mais sobre essa moda viu? Um beijo, e até mais!

Terapia de amiga: Eu não nasci pra isso!

image

Hoje o terapia de amiga vai ser diferente, geralmente pego temas aleatórios, que alguma amiga já pediu ajuda ou coisas do tipo. Mas hoje não, hoje o terapia vai ser baseado num problema meu, que vou expor aqui. Vai que você que tá lendo ta passando por isso, ou conhece alguém que vive isso né? Nunca se sabe.

O fato é que eu só tive dois relacionamentos “duradouros” na vida. Os que a gente pode dizer “namorei com fulano” porque os outros foram uns rolos bem loucos. E só amei uma única pessoa, que não ia dar certo acho que nunca por motivos óbvios desde o início, mas a gente tenta né… Mas isso é assunto pra uma outra terapia, vamos focar nessa aqui mesmo. Várias vezes achei que tinha algo de errado comigo, e muita gente acha que tem. Porque ta sempre todo mundo se envolvendo, se amando, se querendo e eu tô aqui. De boaça só olhando os amores de camarote mesmo. E aí que entra o problema, a gente que passa por isso começa uma série de questionamentos sem fim. Começa a procurar o problema disso, porque não é possível ficar sozinha tanto tempo, não é possível não achar graça nos caras e bleh. Cansei. Cansei de procurar problema em mim e enxerguei onde mora de fato o danado do problema. Deixa eu te contar…

Nós estamos vivendo num mundo muito tecnológico. E você vai se perguntar o que diacho isso ter haver com o tema…E eu te digo, no meu caso, bastante coisa. Hoje em dia, um cara dá uns likes aqui e ali e já ganha a menina num papo. Daí existem todos aquelas aplicativos onde se tem muita gente desesperada por alguém, por um sexo e tchau. E o pior de tudo, tem aquele outro problema… Ta sempre todo mundo conectado e ninguém presta atenção ao redor, só na tela do seu celular mesmo. Ninguém se importa de fato, com o que ta acontecendo a sua volta, e isso é um saco.

Eu tenho um problema grave de: Se a pessoa não for boa de papo, ficar enrolando muito na conversa ou for chatinha sempre…Eu simplesmente pego bode de conversar. Daí fico ignorando as pessoas em todas as redes sociais. E outra coisa bem pior que acabei de lembrar (vocês prometem que não vou rir ne?), eu não consigo dar o número errado pro carinha da balada, sou muito certinha, daí ele sempre fala no dia seguinte e eu vou enrolando até ele perder a paciência. Espero que nenhum deles curta ler blogs, senão eu to ferrada.

Agora eu vou te contar um detalhe bem importante. Não é porque você ta sempre solteira, e todo mundo namorando, que você é anormal. Você só não ta pronta pra entrar numa relação, isso prova que você é uma pessoa decente e não ta com ninguém a troco de nada como muita gente por aí. Tem tanta gente namorando pra não ficar só, e aí vive traindo e fazendo besteira. Do que adianta você entrar numa relação, se não for pra entrar com tudo? Não vale a pena! Garota, tu me promete que vai aceitar essa tua decência de ficar solteira, e vai curtir a tua vida, sem dar ouvidos pra esse povo chato que fica falando asneiras.

Nós não precisamos de ninguém pra ser alguém, muito menos pra ter felicidade. Então para com essa loucura, e vai se amar, viver a vida do jeito que te der na telha. Um super beijo e até a próxima terapia. E ahhhh, quando chegar sua hora, você vai saber de cara, não precisa sair testando o mundo inteiro não. 😘

Playlist diferentona

Hello, finalmente consegui um computador para fazer um post decente pra vocês!!! E como eu não brinco em serviço, já tratei de fazer uma playlist bem a minha cara. Deixa eu explicar…Sou completamente apaixonada por música e quando gosto de uma, já vou logo buscando covers dela, que é uma outra paixão. Lembro quando descobri essa onda de cover no youtube, na era de Alyssa Bernal (será que alguém conhece?) e até os grandiosos do Boyce Avenue. Então é isso, música boa e um cover bacana dela…Se joga no play comigo!

Só eu to viciada nessa? Acho que não ein…

Deixei duas opções, na verdade são tantas, mas tinha combinado de colocar só uma haha já ultrapassei.

Não preciso nem falar nada né? Essa música é muito boa, e pra quem não entende muito de inglês e ta cantando ela, achando que é a coisa mais romântica do mundo…Dá uma pesquisada na letra e vem rir comigo. Essa letra é sensacional, e claro ne, tinha que ser mesmo, já que o meu muso Ed fez parte dessa construção toda.

Lembra que citei a Alyssa Bernal, então, logo em seguida eu vi um vídeo da Megan Nicole, então é justo que ela faça parte da playlist né?!

Sim, eu to colocando só as músicas viciantes, me perdoem por isso. Mas é tudo música boa, isso que importa!

Acabei de encontrar esse, e a batida ta ótima, já to viciada.

Selenita, pisando com esse clipe, essa música, esse corpo…

Eu to achando cada cover aqui, já to agradecendo por ter feito esse post, oh cover bom esse…

Esse menino chegou tem pouco tempo, mas já mostrou que vai longe né? Eu to viciada em várias músicas dele. Tem um ar de Ed, mas com algo diferente, não sei explicar…

Boyce, pois essa voz é tão boa que a reconheço de longe. É muito talento num vídeo só.

Eu tenho um amor por essa música que nem sei…Amo o John Legend, af.

Essse é o casal mais fofo e talentoso da vida, sério. Alguém aqui já conhece o trabalho deles? De brinde vou deixar uma música deles que é simplesmente perfeita…

 

Por hoje é só pessoal, espero que tenham gostado, selecionei tudo com muito carinho e trabalhando desapego com minhas músicas haha.

Terapia de amiga: Padrões de beleza.

image

Olá terráqueos, tudo certo por aí? Espero que sim! O assunto de hoje é um tanto quanto polêmico, mas graças a Deus já tem um bom tempo que vem sendo abordado. E com isso, muita gente já aceitou seu corpo e até se sentiu a vontade pra usar roupas que lhe agradam. Se a gente parar, e der um Google, iremos achar várias reportagens e textos incríveis a respeito dos padrões de beleza. Inclusive muita coisa que poderia chocar pessoas do nosso século. Vamos deixar claro, desde já, que estarei abordando os padrões de beleza atual, para as mulheres!

image

Queria poder acordar um belo dia, andar pelas ruas e não ver ninguém se chocando com a forma que estou vestida, ou com os quilos a mais que ganhei no inverno. Queria entrar numa loja, e achar o vestido incrível da vitrine, no meu tamanho. Queria não ter que passar horas ouvindo a minha melhor amiga lamentar sobre como está gorda e que não vai encontrar ninguém que a queira desse jeito. Ou melhor, queria que ninguém sofresse com quilos a mais, a menos. Queria, gostaria, queria…Tanta coisa queremos e todas elas podemos. Podemos. Podemos usar aquela saia mostrando nossas pernas cheias de gordurinhas. Podemos usar aquele biquíni lindo que ganhando de presente, mas que mostra nossas estrias. Podemos usar vestido decotado sem ter peito o suficiente pra isso. Podemos usar vestido colocado sem ter muita bunda. Podemos sim! É que tem uma coisa que só as mulheres têm de mais: Poder. Somos todas poderosas, maravilhosas e quem é que devia ligar pra gorduras, celulites e estrias? Ninguém!

Fácil falar, difícil fazer…

É, bater no peito e se aceitar ainda é uma coisa difícil. Porque nós mesmas temos o defeito de olhar pra outra e apontar o “defeito”. Como eu vou me aceitar desse jeito? Se minha irmã me vê passando pela sala e diz “ta meio gordinha ne?”. Se escuto os homens falando do corpo da atriz da novela e eu vejo que o meu não é nada disso. Se a revista diz que o corpo perfeito é aquele todo sarado, que eu não tenho e talvez nunca tenha.

O fato é que se você deixar pra lá, chutar o balde, se amar…O resto não será nada. Você precisa fazer um exercício diário de se olhar no espelho e repetir “Sou linda, incrível e não existe ninguém igual a mim!”

Você só precisa se amar.

Se ame, não precise de ninguém ao seu lado pra fazer isso por você. Aceite os seus elogios com todo coração e se ache a pessoa mais incrível do mundo. E não, você não vai estar alimentando uma mentira, isso é verdade. Não existe ninguém como você no mundo. Não existe ninguém que tenha sua personalidade, com seu corpo e se jeito de sorrir. Não se preocupe com o que os outros pensam sabe? Quando a gente começa a se amar, a gente não deixa espaço pra nada além disso. Quem precisa de outra coisa quando se tem amor? E quando existe amor próprio, existe tudo. Fica aqui a minha dica eterna: Se ame! Nunca vou cansar de repetir isso, você precisa se amar em primeiro lugar. Não deixa ninguém pisar em você, ou te deixar pra baixo e te menosprezar. Quando a gente se ama, a gente abre espaço pra todo mundo nos amar também. Nada melhor do que conhecer alguém que se ache incrível e interessante. Não daquela forma exagerada, mas sim daquele jeito que a gente percebe sabe? Ela ama vestir essa roupa e dançar como se não houvesse  amanhã. Ou, ela ama rir atoa e não ta nem aí pro barulho da sua risada. Ela ama, pois ela se ama…

Espero que tenha dado bons conselhos, e que entre de alguma forma no coração de alguém. Se eu conseguir fazer uma única pessoa se aceitar com seu “defeito”, já fico mais que feliz. Até a próxima 💕